Notícia
3
min de leitura

Decisão no STF sobre maconha aquece debate sobre o papel do judiciário na política

A judicialização da política é um tema cada vez mais em alta no mundo inteiro, no Brasil não é diferente.

Brasília
STF
Maconha
Paulo Pinto/Agência Brasil
Redação Brasil Paralelo
Comunicação Brasil Paralelo

A medida não legaliza a droga, mas faz com que a pena para quem portar menos do que  o estipulado sejam advertências, medidas educativas e comparecimento a programas educacionais.

A deliberação da corte sobre uma política pública abriu margem para críticas, com opositores afirmando que tais resoluções deveriam ser competência do poder Legislativo.

Para Ricardo Gomes, Vice prefeito de Porto Alegre e  comentarista do programa Magna Carta, a decisão alimentou duas polêmicas

A primeira, é claro, é a polêmica sobre a eventual legalização da maconha, essa discussão já aconteceu em diversos países da Europa…"

A segunda polêmica é a forma com que isso se deu no Brasil, através de uma decisão judicial e não através da aprovação de uma lei no Congresso Nacional, além de uma forma também controversa de votar.

A questão foi abordada pelo ministro do STF, Luiz Fux, que questionou a votação desse tema por órgãos do judiciário:

Essa prática, noto aqui, tem exposto o poder judiciário, em especial o Supremo Tribunal Federal, a um protagonismo deletério corroendo a credibilidade dos tribunais quando decidem questões permeadas por desacordos morais e que deveriam ser decididas na arena política. É lá que tem que ser decidido, é lá que tem que pagar o preço social. Não é que nós tenhamos receio, não, mas nós temos que ter deferência, porque no Estado democrático, a instância maior é o Parlamento.”

Em outra fala, o ministro Fux falou sobre a questão da legitimidade para tomar esse tipo de decisão e os custos sociais que o tribunal acaba levando:

Nós assistimos cotidianamente o poder judiciário ser instado a decidir questões para as quais não dispõe de capacidade institucional. Em consequência, o que ocorre? O Poder Judiciário é instado, as instâncias provocadas não resolvem os problemas e o preço social é pago pelo Judiciário. Por quê? Porque nós não somos juízes eleitos, nós não devemos satisfação ao eleitor.”

Ricardo Gomes reflete com a Fala do Ministro, afirmando que essa questão, por conta da polarização que traz, deveria ser tratada pelo Congresso para que estivesse resolvida de forma legítima:

Esta é uma matéria típica do Congresso Nacional. Por quê? Porque o Congresso é eleito ideologicamente de quatro em quatro anos para expressar a opinião da maioria. Não é o caso do Supremo Tribunal Federal.”

O apresentador seguiu:

“O Supremo não tem mandato popular. O Supremo tem um exercício de um poder que não é de um mandato eletivo.”

O Ministro do STF Dias Toffoli, por outro lado, afirma que o judiciário, por ter indicação do presidente da República e aprovação do Senado tem respaldo popular:

Aqui nós temos pessoas indicadas por presidentes da república de direita, de esquerda, de centro, de centro-direita, de centro-esquerda. Aprovados todos pelo Senado da República, todos. Ou seja, passando por crivo, se somarmos os votos dos presidentes da república que receberam e foram eleitos aos votos dos senadores que nos aprovaram, todos aqui estamos legitimados em cerca de 100 milhões de votos. Não há que se falar que aqui não há legitimidade popular. Nós temos autoridade popular com base na Constituição e com base na nossa indicação.”

O Vice prefeito de Porto Alegre respondeu à colocação de Toffoli afirmando que a alternância de poderes é uma das garantias de que a vontade popular seja seguida, algo que não existe no STF:

“O Supremo não é um poder representativo da maioria da opinião pública e não é eleito para esta natureza e sequer tem compromissos com aqueles que neles votaram, ao contrário do mandatário, que se sai da cartilha que o levou a ser eleito, é punido pelo povo na próxima eleição com a perda do mandato. Não é o que acontece no Supremo.”

O debate sobre a judicialização da política é um dos temas mais importantes da política brasileira contemporânea. 

Para saber mais sobre este assunto e ter a perspectiva dos maiores especialistas do país, assine o Streaming da Brasil Paralelo e assista o documentário: A Crise dos Três Poderes.

Clique no Link e aperte o play sem medo!

DE DESCONTO

Assine o plano ideal para você

Aperte o play sem medo

Básico

de
R$
19
/mês
12x
R$
19.00
/mês
Originais e Séries BP, Aplicativo e plataforma e Programação BP completa
Assine agora
*Assinatura anual com renovação automática.
Garantia incondicional de 7 dias
HD
Qualidade de vídeo
Nenhum
Downloads offline
Originais e Séries BP
Catálogo de filmes selecionados
Catálogo infantil seguro
+ de 300 entrevistas completas
Cursos do Núcleo de Formação
MELHOR PLANO

Premium

de
R$
59
/mês
12x
R$
59.00
/mês
Originais e Séries BP, Aplicativo e plataforma e Catálogo de filmes selecionados
Assine agora
*Assinatura anual com renovação automática.
Garantia incondicional de 7 dias
Originais 4K
Qualidade de vídeo
10 Títulos
Downloads offline
Originais e Séries BP
Catálogo de filmes selecionados
Catálogo infantil seguro
+ de 300 entrevistas completas
Cursos do Núcleo de Formação

Intermediário

de
R$
39
/mês
12x
R$
39.00
/mês
Originais e Séries BP, Cursos e formações BP eCatálogo de filmes sele
ASSINE AGORA
*Assinatura anual com renovação automática.
Garantia incondicional de 7 dias
Full HD
Qualidade de vídeo
2 Títulos
Downloads offline
Originais e Séries BP
Catálogo de filmes selecionados
Catálogo infantil seguro
+ de 300 entrevistas completas
Cursos do Núcleo de Formação

Plano Básico

Assinatura Vitalícia
Valor sem desconto:
12x de
R$ 190,00
Valor à vista:
R$ 2.280,00

Cupom aplicado 37% OFF

Valor com desconto:
12x de
R$ 119,00
Valor à vista:
R$ 1.428,00
Assine uma única vez >
Garantia incondicional de 7 dias.
de
R$
19
/mês
Originais e Séries BP, Aplicativo e plataforma e Programação BP completa
*Assinatura anual com renovação automática.
Resumo do plano:
Originais e Séries BP
Catálogo de filmes selecionados
Catálogo infantil seguro
+ de 300 entrevistas completas
Cursos do Núcleo de Formação
Downloads simultâneos:
Não disponível neste plano.
Qualidade do vídeo:
HD

Plano Premium

Assinatura Vitalícia
Valor sem desconto:
12x de
R$ 590,00
Valor à vista:
R$ 7.080,00

Cupom aplicado 62% OFF

MAIOR DESCONTO

Valor com desconto:
12x de
R$ 219,00
Valor à vista:
R$ 2.628,00
Assine uma única vez >
Garantia incondicional de 7 dias.
de
R$
19
/mês
Originais e Séries BP, Aplicativo e plataforma e Programação BP completa
*Assinatura anual com renovação automática.
MAIS COMPLETO
Resumo do plano:
Originais e Séries BP
Catálogo de filmes selecionados
Catálogo infantil seguro
+ de 300 entrevistas completas
Cursos do Núcleo de Formação
Downloads simultâneos:
10 títulos para assistir offline.
Qualidade do vídeo:
Originais em 4K

Plano Intermediário

Assinatura Vitalícia
Valor sem desconto:
12x de
R$ 390,00
Valor à vista:
R$ 4.680,00

Cupom aplicado 54% OFF

Valor com desconto:
12x de
R$ 179,00
Valor à vista:
R$ 2.148,00
Assine uma única vez >
Garantia incondicional de 7 dias.
de
R$
19
/mês
Originais e Séries BP, Aplicativo e plataforma e Programação BP completa
*Assinatura anual com renovação automática.
Resumo do plano:
Originais e Séries BP
Catálogo de filmes selecionados
Catálogo infantil seguro
+ de 300 entrevistas completas
Cursos do Núcleo de Formação
Downloads simultâneos:
2 títulos para assistir offline.
Qualidade do vídeo:
Full HD

Torne-se Membro da Brasil Paralelo

Assine e tenha 12 meses de acesso a todo o catálogo e aos próximos lançamentos da BP