Quais são as principais reivindicações do movimento feminista?

Redação Brasil Paralelo
Redação Brasil Paralelo
18/4/2022
Compartilhe com amigos

Como definir quais são as principais reivindicações do movimento feminista? A luta feminina tomou diversas formas ao longo da história, como desde o voto feminino até o aborto. No presente, até mesmo pautas de gênero que buscam eliminar as diferenças entre o sexo têm sido endossadas por pensadoras feministas.

Entenda cada uma das fases do movimento feminista e o que defendem.

O que você vai encontrar neste artigo?

Artigos novos direto no seu Email

Mantenha-se sempre informado com os conteúdos da Brasil Paralelo. Cadastre-se!

As primeiras reivindicações do movimento feminista

O período inicial do movimento feminista é chamado de protofeminismo. Foi o início das reivindicações feministas no âmbito social.

A militância não se concentrava em questões políticas, nem de trabalho. As principais bandeiras envolviam a liberdade do corpo feminino e a liberação sexual.

As feministas posteriores usaram as protofeministas como base para suas ideias. As pautas do movimento eram:

  • liberdade sexual;
  • direito ao divórcio.

Temas como incesto e sexo grupal estavam entre os debates das protofeministas. A fase seguinte da luta das mulheres fez com que as reivindicações do movimento feminista assumissem um caráter mais político.

As principais reivindicações da Primeira Onda Feminista

sufragistas
Protesto das Sufragistas pedindo o direito ao voto feminino.

A Primeira Onda Feminista surgiu no século XIX. Esta foi um desenvolvimento das teses anteriores.

Passa-se no período da Revolução Industrial, quando ocorre uma grande mudança no modo de vida europeu.

Antes do século XIX, a maioria das pessoas trabalhava no próprio campo ou nas fazendas de outros. Geralmente, o homem trabalhava em conjunto com a mulher, que fazia a parte mais leve do serviço e cuidava da casa e dos filhos.

Com a Revolução Industrial, porém, muitos europeus começaram a viver em cidades, passando a receber salário por tempo de trabalho nas fábricas.

A grande demanda por mão de obra fez com que algumas mulheres também tivessem que trabalhar nas linhas de produção.

Contudo, as mulheres eram minoria. Só trabalhavam nas fábricas aquelas que eram muito pobres.

Na maior parte das famílias, os homens trabalhavam como operários ou camponeses, e as mulheres cuidavam do lar.

Como eram trabalhos muito penosos e exigentes, requeriam-se mais os homens.

Foi nessa época que Elizabeth Stanton e Lucretia Mott passaram a demandar maior participação feminina no mercado de trabalho e no mundo político.

As principais reivindicações do movimento feminista nessa época foram:

  • igualdade entre os sexos;
  • direito ao voto;
  • ingresso feminino no mercado de trabalho;
  • igualdade jurídica;
  • participação feminina na política.

Na fase seguinte do feminismo, as principais reivindicações feministas estavam intimamente associadas às mudanças proporcionadas pela Revolução Sexual.

As principais reivindicações da Segunda Onda Feminista

A Segunda Onda começou com as obras de Alfred Kinsey, publicadas em 1945. As ideias de Simone de Beauvoir, principal representante da 2ª onda, são baseadas nas de Kinsey.

Ele era um biólogo estadunidense conhecido por ensinar que toda prática sexual é lícita. O biólogo era militante ateu contra os valores tradicionais sobre matrimônio e família.

  • Leitura recomendada: o que é uma família?

Ele criou um instituto para estudos sobre sexo e reprodução (existente até hoje) através de patrocínios promovidos pela fundação Rockefeller.

A primeira obra feminista de Simone de Beauvoir foi publicada em 1949.

Simone defendia a não existência do sexo feminino. Assim, a feminilidade é uma criação humana para aprisionar as pessoas.

A segunda onda feminista influenciou os seguintes marcos históricos:

  • aprovação do divórcio nos EUA e no mundo;
  • incentivo ao uso de pílulas e outros métodos anticoncepcionais; 
  • envolvimento com o movimento hippie;
  • desenvolvimento da revolução sexual.

A influência feminista ocorreu através da influência intelectual e política dos membros do movimento.

As principais características da segunda onda feminista são:

  • legalização do divórcio;
  • luta pelo fim da família;
  • defesa do sexo libertino;
  • luta pelo fim da vida de “dona de casa”;
  • legalização do aborto;
  • apologia ao sexo casual.

As principais reivindicações da Terceira Onda Feminista

terceira-onda
Protesto pedindo para que "protejam as crianças trans".

Segundo uma autora feminista chamada Shulamith Firestone:

“A meta definitiva da revolução feminista deve ser igualmente — ao contrário do primeiro movimento feminista — não apenas acabar com o privilégio masculino, mas também com a própria diferença de sexos. As diferenças genitais entre os seres humanos já não importariam culturalmente”.

Outra feminista que advoga em defesa da Ideologia de Gênero, Judtih Butler, afirmou o seguinte:

“O gênero é uma construção cultural; por isso não é nem resultado causal do sexo, nem tão aparentemente fixo como o sexo. […] Homem e masculino poderiam significar tanto um corpo feminino como um masculino; mulher e feminino tanto um corpo masculino como um feminino”.

A Terceira Onda Feminista associou-se ao movimento de gênero e a pautas políticas marxistas. Outra importante defensora do feminismo e da Revolução Sexual, Margaret Sanger, comprova essa afirmação:

“As mulheres não devem pedir direitos. Somente têm necessidade de reivindicar o poder […] este poder não deverá estar na busca fútil de independência econômica e a imitar os homens na ocupação da indústria e dos negócios […] o poder da mulher pode se fazer sentir somente quando ela rejeita a tarefa de dar à luz crianças não desejadas”.

As principais reivindicações do movimento feminista da terceira onda são:

  • igualdade de gênero;
  • direitos LGBT;
  • igualdade salarial;
  • liberdade de escolhas da mulher;
  • anular a divisão bipolar entre homens e mulheres;
  • incentivar a educação sexual nas escolas;
  • tornar sua agenda obrigatória.

Nem todas as mulheres são favoráveis ao movimento feminista. Conheça o livro “Guia de Bolso Contra Mentiras Feministas”, organizado pela professora e deputada Ana Campagnolo:

Descubra a Face Oculta do Feminismo

O novo Original BP A Face Oculta do Feminismo apresentará uma investigação inédita sobre esse movimento político da atualidade. Além de entender as raízes, você ainda vai conhecer as intenções e o que está por trás do movimento feminista. 

O feminismo tem duas faces. Uma é aparente e bonita, é a face da igualdade, da não-violência, da empatia, do respeito e da sororidade. Esse é o lado que está na luz, que querem que você veja.

Mas o feminismo tem duas faces. E a outra face é oculta.

Conheça um lado do movimento feminista que poucos conhecem: aquele que não aparece nas redes sociais, nos discursos das artistas, nem nos programas de TV.

Todo esse conteúdo está disponível no nosso novo documentário exclusivo para assinantes: A Face Oculta do Feminismo.

Com apenas 10 reais mensais, você pode ter acesso A Face Oculta do Feminismo e muito mais:

  • programação semanal da Brasil Paralelo;
  • mais de 50 produções originais da Brasil Paralelo;
  • mais de 300 entrevistas exclusivas.

Assine agora e torne-se membro da Brasil Paralelo. Além de desbloquear parte do nosso conteúdo, você garante que mais brasileiros tenham acesso às nossas produções.

Temos muito mais conteúdo disponível. Com apenas uma assinatura, você pode desbloquear todo o conteúdo da Brasil Paralelo!

Conheça nosso melhor plano, o Acesso Total:

  • streaming de filmes BP Select com um catálogo completo e curadoria dos filmes;
  • catálogo infantil seguro da BP Select;
  • todos os cursos produzidos pela Brasil Paralelo;
  • programação semanal da Brasil Paralelo;
  • mais de 50 produções originais da Brasil Paralelo;
  • mais de 300 entrevistas exclusivas.

Mas, se, por qualquer motivo, você preferir não continuar conosco, efetuaremos o reembolso imediato do seu investimento.

Basta enviar um simples e-mail, sem nenhuma burocracia. São 7 dias de garantia para você experimentar o Acesso Total. Assine agora.

Comente e compartilhe. Quem você acha que vai gostar de ler sobre as principais reivindicações do movimento feminista?

A Brasil Paralelo é uma empresa independente. Conheça nossas produções gratuitas. Todas foram feitas para resgatar os bons valores, ideias e sentimentos no coração de todos os brasileiros.

Compartilhe com amigos

Artigos novos direto no seu Email

Mantenha-se sempre informado com os conteúdos da Brasil Paralelo. Cadastre-se!

Outros Artigos

VER TODOS