Devido ao lançamento da série A Sétima Arte, não teremos os programas diários nessa semana. Retornaremos com a programação normal no dia 01 de novembro.

Papai Noel foi criado pela Coca-Cola? Conheça a verdade sobre esse mito

Redação Brasil Paralelo
Redação Brasil Paralelo

Muitos dizem que “o Papai Noel foi criado pela Coca-Cola para transformar o Natal em uma data comercial, tudo por dinheiro”. Diversos são os mitos que circulam a respeito do Natal e do Papai Noel. Um dos mais comuns acusa o bom velhinho de ser apenas a ferramenta de uma economia de mercado agressiva e prejudicial. Será que é verdade? Entenda.

O que você vai encontrar neste artigo?

Artigos novos direto no seu Email

Mantenha-se sempre informado com os conteúdos da Brasil Paralelo. Cadastre-se!

Qual é a origem do Papai Noel?

A publicidade da Coca-Cola envolvendo o bom velhinho surgiu apenas em 1930. 

Antes do Papai Noel aparecer na publicidade da Coca-Cola, em 1930, grande parte do mundo já esperava o bom velhinho com seus presentes no final do ano. A imagem abaixo é do ano de 1862, publicada na revista Harper's Weekly.

desenho-original-papai-noel
Ilustração do Papai Noel publicada em 1862, na revista Harper's Weekly.

Na realidade, a lenda do Papai Noel remonta ao século IV d.C., mais de um milênio antes da Coca-Cola e do capitalismo surgirem. 

Tudo começou quando um bom Bispo Cristão jogou um saco de moedas de ouro pela chaminé de uma casa.

O motivo?

O dono da casa estava entrando em desespero, ele não conseguia dinheiro para sustentar a si e suas 3 filhas, começando a cogitar a possibilidade de prostituí-las para conseguirem viver. 

O nome do Bispo era Nicolau.

são-nicolau
Representação do Bispo São Nicolau.

Nicolau nasceu em uma família de forte Fé Cristã. Desde a infância, Nicolau desejava se entregar totalmente ao serviço de Deus, vivendo o celibato e a vida de eremita.

Nicolau ficou órfão cedo e herdou muito dinheiro de seus pais. Desapegado das riquezas mundanas, o jovem nascido na atual Turquia distribuía seu dinheiro para os mais necessitados.

Nicolau se tornou Bispo e continuou seus atos de caridade. Devido aos presentes e trajes episcopais, sua imagem formou o que se conhece hoje por Papai Noel. 

Como já era costume de os Cristãos trocarem presentes na época de Natal, provavelmente Nicolau intensificava suas doações nessa época, aumentando sua relação com o Natal.

Muitos pais começaram a contar a piedosa história do santo para seus filhos, o que contribuiu para formar a imagem do Papai Noel que existe até hoje — embora ela tenha perdido seu significado original. 

Mas como a Coca-Cola entrou na história de São Nicolau?

O Papai Noel e a Coca-Cola

A lenda do Papai Noel sempre foi muito forte nos Estados Unidos. Uma das maiores influências para tal são os católicos e os holandeses em geral.

O nome do Papai Noel nos EUA é derivado do nome holandês do bom velhinho, Sinterklaas, que significa São Nicolau. Em inglês o nome se tornou Santa Claus. 

Era comum a utilização da imagem do Papai Noel em anúncios de eventos e produtos.

Sua imagem era famosa desde antes da Idade Média, através da veneração dos Cristãos.

Foi apenas no século XX que a Coca-Cola passou a ser importante na história do Papai Noel.

No ano de 1920, a Coca-Cola começou a fazer os seus primeiros anúncios voltados para o período do Natal.

As propagandas eram feitas em revistas de menor audiência.

Com o passar dos anos, a marca cresceu vertiginosamente. Era hora de fazer propagandas mais elaboradas.

A empresa já utilizava a imagem do Papai Noel em seus anúncios — Papai Noel desenhado no século XIX, por Thomas Nast. 

A aparência desse Papai Noel não agradava Archie Lee, dirigente de publicidade de uma das empresas de que a Coca iria fazer seus anúncios.

Segundo ele, o Papai Noel parecia um gnomo debilitado.

Nesse momento, a Coca Cola contratou o artista Haddon Sundblom, para que se fizesse um Papai Noel mais realista e de aparência saudável. 

Após o Papai Noel de Sundblom, a imagem do bom velhinho nunca mais seria a mesma.

A arte ficou tão bela que diversas das propagandas feitas da Coca foram expostas nos principais museus do mundo, dentre eles o Louvre. 

As imagens das propagandas eram feitas com tinta a óleo, usando as mesmas técnicas das grandes pinturas.

Nelas, o Papai Noel era retratado alegre, distribuindo presentes e sempre tomando uma Coca gelada.

propaganda-papai-noel-coca
Publicidade de Natal da Coca-Cola representando o Papai Noel tomando um refrigerante da companhia.

As outras representações do Papai Noel passaram a ter a mesma aparência do Papai Noel da Coca-Cola, tudo devido à beleza das imagens. 

Até os dias de hoje as representações do bom velhinho seguem o mesmo estilo, sejam os Papais Noéis de shopping ou os Papais Noéis de desenhos de Natal, ele quase sempre tem a aparência desenhada para a Coca-Cola. 

  • O mito do Papai Noel capitalista está associado a um pensamento de cunho marxista. Entenda a origem dessa mentalidade.

Mentiras a respeito do Natal

O mito do Papai Noel ter sido inventado pela Coca-Cola está em conjunto com outras desinformações a respeito de uma das principais datas do ano. 

Conheça a verdade acerca de algumas das principais mentiras sobre o Natal:

Comente e compartilhe. Quem você acha que vai gostar de ler sobre se o Papai Noel foi inventado pela Coca-Cola?

A Brasil Paralelo é uma empresa independente. Conheça nossas produções gratuitas. Todas foram feitas para resgatar os bons valores, ideias e sentimentos no coração de todos os brasileiros.

Artigos novos direto no seu Email

Mantenha-se sempre informado com os conteúdos da Brasil Paralelo. Cadastre-se!

Outros Artigos

VER TODOS